a love letter from me to you.♥️

Fomos a mais breve das histórias, o mais sedento dos inícios, fomos. Hoje já não somos, nem sequer um nós, voltamos a ser só um eu e um você, separados. A intensidade definiu a história, quando pendeu para um dos lados mais do que para outro. Vivemos o mesmo enredo, porém em tempos diferentes. Eu confesso que atropelei um pouco a vida e quis tomar das mãos do destino, a caneta que escrevia nossas entrelinhas. Você disse que isso era arriscado, mas eu não dei ouvidos, só percebi o risco depois de perder você em um dos meus tantos atropelos. Mas você também errou, quando não me mostrou que a pluralidade era quem te definia, cegou meus olhos e me deixou ver apenas um dos lados do caminho, quando na verdade estávamos à beira de uma grande encruzilhada da qual você experimentava todos os lados, e visitava às escondidas todos os caminhos. Foi num desses caminhos alternativos da vida, que eu te percebi indo embora. Ainda lembro do frio na espinha, das minhas mãos suando frio, e das pernas bambeando ao reconhecer aqueles braços envoltos em outros bem ali, na minha frente. Acho a trama do destino à mais bela das tramas e queria ter o controle de ao menos poder escolher a trilha sonora das melhores cenas, ou das mais marcantes, como essa. Eu sentia meu mundo tremer bem abaixo dos meus pés, e meu coração arder dentro do peito. Doeu. Feito ferida aberta. Choveu. Lágrimas teimosas nos meus olhos. Percebi que uma entrega sem aceite do destinatário, é devolvida ao remetente cedo ou tarde. E foi assim que você mandou de volta meu coração, ainda com as fitas e laços intactos. Percebi que sua cautela na verdade era só superficialidade, desinteresse em tentar profundidades. E eu? Logo eu que nunca soube não mergulhar de cabeça, tive medo de me machucar e acabei me machucando, porque confiei que mergulhar era seguro, mas no fim tudo em você era superficial demais ainda. Enfim, queria dizer que sinto falta das conversas longas e da completa despreocupação na falta de assunto, nunca faltou, nunca faltava, éramos sempre histórias e memórias de nosso individual, buscando amparo no nosso conjunto de nós dois, para serem revividas. Quantas histórias compartilhamos. Quanto aprendemos um sobre o outro. Você era tão parecido comigo que isso as vezes assustava um pouco, criamos a nossa própria rotina, nossas legendas e nossas pequenas tradições. Escolhemos a dedo nossa trilha sonora, e se pudesse dizer qual musica me faz lembrar você seria sem duvidas: A love letter for me to you – Stick Fingers. Sei que pareço andar em círculos até nessas palavras que agora tento te escrever, mas queria mesmo que você soubesse… que sinto tanto por dizer tanta coisa que não deveria ter sido dita, sinto muito, sinto mesmo. Que esse seja o momento mais próximo que já cheguei de pedir minhas mais sinceras desculpas. Queria que aquele seu Cappuccino viesse agora é consertasse o que parece não ter conserto. Queria que um filme ruim pudesse ser nossa nova tradição, mesmo você odiando filmes dublados e mesmo as poltronas do alto sendo tão desconfortáveis, ainda assim… seria divertido dividir a pipoca do cinema com você outra vez. Recostar no ombro e sentir o perfume doce de quem é tem personalidade marcante a começar pelo perfume. Basicamente isso tudo é sobre desculpas e saudades, um pouco mais de uma do que de outra, cabe a você reconhecer. Uma cerveja dando nome a um ser fofo, mas não uma cerveja qualquer. Nossa discussão sobre jogos e o orgulho que eu sentia de ver você dizendo daqui 40 minutos eu volto, vai começar outra partida. Era engraçado. Era leve. Éramos assim. Éramos nós. Eu sei que nossos caminhos não voltarão a se cruzar, e eu sei que para você pode não ter marcado da mesma forma que marcou para mim. Sempre fui mais intensa, e isso você mesmo já havia percebido só de botar os olhos em mim. Mas, agradeço enfim… pelos dias compartilhamos, pelos diálogos longos e pelos planos feitos só por fazer. Foi uma incrível jogada de sorte, a vida ter me feito esbarrar em você. 

Anúncios

Diz aí que eu te escuto

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s