I can, be who I am.

Clique aqui,  e ouça Oceans – Seafret. Enquanto lê! ❤

tumblr_ljkcsyyyqa1qfjoj9o1_400

Porque essa mania, de se espremer todo só para caber dentro de um coração, que não comporta quem você é? Pare. Porque essa mania, de se calar só porque a sua voz parece não soar como o esperado? Pare. Porque essa mania, de insistir em mudar quem é, só para parecer mais com o que todos acham que você deveria ser? Pare. Se assuma. Seja do tamanho que você achar necessário ser. Se estique, se contorça, brinque de cambalhotas no peito de quem lhe oferece amor. Se for amor, tenha certeza de que vai ser terreno fértil, para qualquer semente sua que você ousar plantar. Fale, cante, reclame, e imponha o direito de ser ouvido.  Quer o outro goste ou não. Quer sua fala agrade ou não. Seja essência. E jamais menos do que isso. Não se permita invadir por quem não merece  encontrar meios de chegar mais próximo de você. De quem você é de verdade. Seja de verdade e pare com essa mania de tentar ser uma mentira que convence bem. Mesmo que convença, ainda não passa de uma mentira.

Por isso, se assuma. Assuma quem você é. Seja os seus dois lados por inteiro. Aquele que todos expõem orgulhosos na breve biografia do perfil. E aquele que todos torcem para que não venha a tona, como um precipício de roupas amarrotadas caindo guarda roupa a fora, na primeira brecha que a porta insistir em abrir. Se assuma. Toda pessoa tem seus dois lados. Algumas só escondem melhor do que as outras, o lado que não querem deixar transparecer. Eu quero que você saiba, antes de tudo. A calmaria e a tormenta de ser quem sou. Quero que sabia que meu drama dorme em sono leve, e basta um ruído para que ele resolva entrar em cena. Você precisa entender, que da companhia leve posso ser o fardo pesado naqueles meus dias ruins, que insistentemente parecem não ter fim. Você precisa saber, que a mesma voz que embala seu sono, pode ser a voz que o desperta. Você precisa saber, que meu humor não segue o script, não segue a risca a hora de sair de cena. E nem sempre as coisas voltam ao normal no final de um espetáculo, algumas vezes tudo continua no segundo ato.

Não tenha medo. Não engula palavras soltas como se fossem seu almoço. Não desvie seus olhos, encare, seja firme. Eu tantas vezes tive medo de ser quem eu era, tive medo da minha timidez, dos meus sorrisos desajeitados e da minha falta de destreza com as mãos quando estou nervosa. Eu tantas vezes tive medo de ser quem eu era, porque ser quem eu era, implicava em ser diferente do que a maioria mostrava ser. Mas e se a maioria estivesse apenas encenando? A vida é só mais uma peça? Eu sou só mais uma atriz? Não, eu queria mais que isso. Queira você também mais. Não mude a sua essência para ficar comum. O comum não é o certo, o comum é apenas chato demais. O diferente é quem você é. Mostre ao mundo a sua ânsia em ser quem é. Mostre suas melhores armas, vença a batalha e me dê os créditos. Ame quando o amor chegar de verdade. Não apresse sentimentos que já estão precoces por sua natureza. Não preencha vazios com pessoas mais vazias que seus próprios espaços vagos. Não ocupe o coração com inquilinos desleixados. Areje a casa. Abra as janelas. Saiba ser paciente em uma realidade que te cobra cada vez mais agilidade.

Não tenha pressa em ser quem você é. Não tenha pressa em se auto descobrir. Se permita mudar de conceito, mudar de pensamento, mudar de lado. No amor, assim como na guerra, a batalha só começa perdida, quando você não se doa por inteiro naquilo que acredita ser certo. Vista a armadura mais brilhante. Empunhe a mais afiada das espadas e vá em frente. Não se deixe atrasar por frases feitas, por pessoas acomodadas, por medo alheio de ver você desbravando terrenos que eles não tiveram coragem de desbravar. Seja o senhor de si mesmo. Se apaixone pela sua própria companhia, fique bem com você mesmo, para que só assim você aprenda a ficar bem na companhia dos outros. Se conheça antes de tentar conhecer novas pessoas. Se ame antes de ousar amar outro alguém. Aprenda que toda espécie de sentimento, precisa partir de você primeiro. Esse é o segredo para dar certo. E muitos ainda insistem na busca de metades, par perfeito, amor de cinema, mocinhos dos clássicos da literatura. O amor tem o clichê de ser surrado, maltrapilho, desbotado, de tanto uso e isso não é errado. Mas certos clichês, como achar que você, é quem deve buscar pessoa certa por aí, deveriam ser abandonados. Nessa busca não há sucesso. O amor é dos desligados, distraídos, despreocupados. Dos que não tem pressa de amar.

Tenha fé. Seja quem você é. Viva como quiser viver.

Anúncios

Diz aí que eu te escuto

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s