Ops! E o passado, passou.

tumblr_ly5d9hBkCD1qhp6fno5_500

A verdade é que todos nós temos a terrível mania de nos apegar, somente ao que foi bom. Ficamos ali, na companhia da saudade, tentando não deixar a memória daquele beijo escapar, tentando não deixar a lembrança daquele perfume sumir, tentando não deixar a vida continuar sem aquela pessoa. Mas é inevitável. A vida uma hora vai tem que continuar, e a gente vai ter que perceber que nem tudo foi como parece agora. É engraçado, não é? Como de repente todo nosso passado parece perfeito. E como o hoje, não é nada mais que um deserto árido e frio. Sentimos falta daquele calor de amar alguém. Sentimos falta de coisas que as vezes até não vivemos, mas que já imaginamos um dia ter vivido.

Nos apegamos nas memórias boas, para não deixar que as ruins nos façam esquecer mais depressa. Temos medo da pressa. Temos medo de acordar em uma das manhãs frias de inverno e não ter mais o que sentir, por quem sentir. Como se sentimento adormecido, com prazo de validade vencido fosse capaz de aquecer alguém de verdade. Construímos uma enorme barreira que não nos deixa ver o hoje com bons olhos. Nos cegamos a qualquer tentativa de nos reerguer. Porque a mudança sempre assusta. Seria tão mais fácil ter aquela pessoa ali ainda, sem precisar ser sozinho outra vez, sem precisar arrumar o coração, limpar a bagunça e aprender a sorrir de novo. Mais uma vez.

A gente se cerca de tudo o que foi bom. E o ruim? Bem, o ruim a gente joga tudo num canto qualquer do peito, de preferência naquele lugar bem escondido por onde não costumamos passar. Um lugar que não fique à mostra. Quase como um quarto da bagunça dentro do próprio coração. Mas um simples giro na maçaneta da porta, e tudo viria a tona. Não tem como esconder sentimentos empoeirados debaixo do tapete, e agir como se o coração estivesse limpo, não está. Você precisa perceber os detalhes. Precisa perceber que na maioria das vezes foram só palavras, promessas, planos. Que nunca saíram do papel. Sonhos. Que você sonhou sozinho, mas que achava de alguma forma estar sonhando junto.
Por isso, cada vez que a saudade não lhe deixar continuar, cada vez que ela tentar cegar seus olhos. Comece a ver o passado pelos detalhes. Levante o tapete, olhe todos aqueles sentimentos empoeirados e comece a faxina do próprio coração. Gire a maçaneta da porta daquele quarto bagunçado e coloque a mão na massa.

Se permita limpar de sentimentos pesados, acabados, que só atrasam você. O triste do amor, não é quando ele acaba. O triste do amor é quando insistimos em ver amor aonde não há mais nada. Nada além de vazios. Nada além de lembranças. Lembre-se do que foi bom. Não é proibido ter saudades dos bons momentos. Mas não esqueça das mágoas. Não esqueça do quanto doeu também. Principalmente quando o lado bom do amor que passou, estiver tentando tomar posse do seu coração, mesmo depois de ter partido. Assuma o controle, tome de volta para si. É o seu coração.

Quando o sorriso dela, for a lembrança que mais lhe tira o sono, tente lembrar dos olhos vazios com que ela lhe encarou naquela última vez. Quando a voz dela for a coisa que você mais sente falta hoje, tente lembrar que a mesma voz, se exaltou naquela discussão depois da festa. Quando sentir falta das suas mãos unidas, tente lembrar da forma com quem a mesma mão se soltou da sua, no parque, no meio a multidão. Quando sentir falta do carinho, tente lembrar de todas as vezes que você precisou pedir um abraço mais apertado. Quando sentir falta da presença, tente lembrar que algumas vezes, muitas vezes até, foi a presença mais vazia que você já sentiu na vida. E entenda. De uma vez por todas, que algumas pessoas não são assim tão perfeitas, quanto o seu passado tenta provar para você. Entenda que o vazio que sente hoje, não é nada comparado ao vazio que sentia mesmo estando acompanhado.

Não deixe os bons momentos cegarem você. Não deixe o passado reger o espetáculo. Existe um presente sabia? Existem pessoas imperfeitamente mais perfeitas que essa por aí, só esperando para errar junto com você, viver planos fora do papel, não quebrar promessas por não precisar prometer nada, deixar livre. Como o amor precisa ser. Não esconda seu sorriso só para deixar que a lembrança do sorriso de outro alguém, não se apague. Vai apagar. Um dia mesmo sem você querer, não vai existir mais nada. Se fosse assim tão perfeito, ainda estaria com você. Sentimentos fortes, não são medidos por baixa quantidade de erros. Pelo contrário, sentimentos fortes erram muito, mas é o fato de permanecerem mesmo quando outros já teriam ido embora, que os fazem ser fortes de verdade. E acredite se optou por ser passado é porque realmente não merecia ser o seu presente.

t.

Anúncios

Diz aí que eu te escuto

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s